26.10.14

Trip Tip: Visto Americano


Se você for morar, estudar ou trabalhar em outro país, é mais provável que seja necessário tirar o visto para onde você está indo. Quando falamos de turismo, são poucos os países que exigem isso ao turista brasileiro – agradeçam aos nossos diplomatas-, os Estados Unidos não está nessa lista. O visto é algo importantíssimo para entrar em território americano, seja lá para o que for!
Aqui no Brasil não existem muitos consulados e embaixadas, até onde eu sei os principais locais que se pode tirar esse documento é em Brasília, Rio de Janeiro ou São Paulo.
Escolhi Brasília por ser mais próximo, e também porque ia ter um show do Silva em Goiânia hahahaha <3
Primeiramente, eu queria dizer que, sabe essas pessoas que ficam dizendo que os americanos são arrogantes, mal-humorados, chatos, cheios de frescura? Não acreditem nelas, puro "terrorismo". Eles tem sim certas frescuras, tipo, em todo canto tem um detector de metal, eles abrem a sua bolsa, te revistam... nada demais. 
Essa missão quase impossível é dividida em dois dias. O primeiro dia você vai lidar com brasileiros mesmo – que foram mais mal-educados que os americanos - no CASV (Centro de Atendimento ao Solicitante de Visto), onde eles tiram a sua foto e recolhem as digitais. Chegue sempre antes da hora marcada. O meu horário era para 14:30, mas 13:40 eu já estava lá e fui atendida meia hora antes do que estava previsto. Particularmente, achei o atendimento meio “grosseiro”, a mulher nem esperou eu me arrumar e já tirou a foto </3 outra escreveu meu sobrenome errado e não aceitava que estava errado, moça, o sobrenome é meu, eu sei como se escreve tá? – malditos são esses sobrenomes árabes!
Fotos tiradas e digitais recolhidas, tudo pronto, agora só esperar o próximo dia.

Um dos dias mais bonitos <3 dia da Independência Americana

Todo o material do dia anterior é enviado para a Embaixada Americana. Mais uma vez, chegue mais cedo do que o horário marcado, principalmente nesse dia, porque lá você vai enfrentar uma fila bem demoradinha. Ser revistado já é procedimento padrão, mas dessa vez não é permitido entrar com celulares, câmeras fotográficas, líquidos, cremes... O jeito é deixar no guarda-volumes lá fora, ou se estiver acompanhado - e essa pessoa não for entrar com você - deixe tudo com seu acompanhante, leve apenas os documentos que vai precisar
Lá dentro o seu passaporte é recolhido, e você vai para uma sala de espera. Não tem senha, nem nada. Eles vão te chamar pelo nome, e não é no microfone, então fique atento.
Depois que te chamam, mais fila, mas dessa vez é rapidinho, logo você é distribuído para um cônsul.
Na hora da entrevista - essa entrevista é feita em português por um cônsul americano, eles falam português direitinho, não se preocupe - a pessoa vai estar com todos os seus dados em mãos e vai fazer algumas perguntas básicas. Não fique nervosa e responda tudo direitinho, nada de mentir hein? Porém, algumas perguntas podem te prender... Se por exemplo te perguntarem se você tem parente lá no estrangeiro, você pode até ter aquela prima que nunca viu mas sabe que ela mora em Los Angeles e você está indo para Nova York, então, diga que não tem parente lá, afinal você nem conhece a pessoa direito e não está indo a encontro dela, né?
Para mim perguntaram onde eu estudava, para que cidade estava indo, quais os propósitos da viagem, quanto tempo iria ficar, por que meios estava indo (agência de turismo, conta própria...), e qual era a fonte de renda da família. Quase aquele questionário do Enem.
O rapaz que me atendeu foi até que bem simpático, em menos de 15 minutos ele sorriu para mim e disse: "Visto aprovado, boa viagem!", saí pulando de felicidade <3 o meu passaporte ainda ficou lá para colocar o visto, depois de 5 dias foi para São Luís e chegou aqui em casa uns 10 dias depois. Visto americano em mãos, here we go!
Ps: Todos esses processos de passaporte e visto, são agendados pela internet no site da Polícia Federal e no site de requerimento de visto americano.
Espero que esse post tenha ajudado vocês, qualquer dúvida deixem aqui nos comentários ou mandem um email para galeria_cliche@hotmail.com (:


4 comentários:

  1. Aiiii, morro de vontade de visitar cada cantinho do mundo. Posts como o seu só me animam mais ainda.

    Depois do Para SempreFacebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A gente super combina quanto a essa vontade de conhecer o mundo, não nasci para ficar num canto só. Fico feliz que posso inspirar alguém com esse sonho maravilhoso de abrir a janela e ver o que tem lá fora ❤️

      Excluir
  2. Eita Giovana, fazia tanto tempo que eu não passava por aqui! Ai, que delicia esse seu post, Babi! Não fui pra nenhum lugar que precisa de visto (ainda!) e achei seu post muito informativo... fora que falar em viajar é tudo de bom! Ver posts assim só me deixam mais animada e sonhando com o dia que poderei conhecer todos os cantos do mundo que eu quero hahahahaha <3
    Respondendo a sua pergunta: A fonte que eu usei lá no blog é a minha caligrafia mesmo! :P Usei uma mesa digitalizadora pra escrever! hehe
    beijo!

    http//beyondcloudnine.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Forninho caiu! Eita Manu, quanto tempo hein?
      Viajar é tudo de bom mesmo. Estou contando os dias para arrumar minha malinha, pegar o passaporte e dar 'tchau' para o Brasil novamente <3 é tão revigorante conhecer novos lugares, a gente volta cheia de ideias novas, animação...
      Ai, eu adorei a sua letra, podia virar fonte para download hahahah #fikadica
      Beijo! ;*

      Excluir

Oi, meu nome é Bárbara, tenho 17 anos e moro no Maranhão. Estudante, aspirante a fotógrafa, adoro viajar, cartas, postais,design ♥ se quiser saber mais clica aqui.

 
Galeria Clichê © Todos os direitos reservados.